Engordar muito rápido: Saiba o que pode ser

Engordar muito rápido: Saiba o que pode ser

Algumas pessoas tem mais facilidade para engordar do que outras. Entenda os motivos que levam ao acúmulo de gordura no corpo e como evitar.

As principais influências são:

  1. Sedentarismo ajuda no ganho de peso;
  2. A dieta desequilibrada pode engordar;
  3. A genética influencia na tendência a engordar rápido?
  4. Qual engorda mais: sedentarismo, má alimentação ou genética?

Entenda o porquê de você engordar rápido. Além disso, o que fazer para evitar essa situação.

1 – Sedentarismo ajuda no ganho de peso

O homem foi desenvolvido para gastar energia, ou seja, na falta ou na presença de alimentos tem que gastar.

Basta analisar os nossos ancestrais, em outras palavras como se vivia antigamente.

Farei uma comparação da vida ativa de nossos ancestrais com a vida do homem de hoje, assim notaremos as diferenças.

O homem antigo tinha estas caraterísticas:

  • Caçava – caçar animais exigia força, razão pela qual deveria manusear armas pesadas.
  • Pescava – a pescaria era com arpão, do mesmo modo eles ficavam horas em pé para lançar o arpão em seu alvo.
  • Caminhava e corria – caminhavam dias para encontrar alimento, na maioria das vezes corriam atrás da caça.
  • Defendia-se de predadores – tinham que correr ou subir em árvores para fugir dos predadores.

Vendo esses traços dos nossos antepassados, portanto fica fácil notar que eles viviam de modo diferente.

Não existia sedentarismo, consequentemente eles não tinham facilidade para engordar.

O homem moderno tem estas características.

  • Fica muito tempo sentado;
  • Estressado;
  • Usa meios de transporte para se locomover;
  • Compra comida pronta.

Não faz nem um exercício para compensar o sedentarismo;

Existem vários fatores que mostram como o homem atual tem um estilo de vida bem menos ativo do que os antigos.

Esse modo de viver contribui muito para engordar rápido, além disso pode trazer como consequência vários problemas à saúde.

A obesidade e o sedentarismo aumentam o risco de doenças como:

  • Doenças cardiovasculares;
  • Diabetes tipo 2;
  • Hipertensão;
  • Dislipidemias;
  • Certos tipos de câncer etc.

Sabendo disso tudo, acabe com o sedentarismo, em outras palavras pratique exercício físico.

“O treinamento físico e aptidão aumentada promovem mudanças positivas na composição corporal e melhora a sensibilidade à insulina”, segundo Ryan (2010).

2 – A dieta desequilibrada pode engordar

O medo de todo mundo é de engordar rápido, porém não é da noite para o dia que isso acontece.

São vários fatores que ajudam a engordar rápido, como por exemplo a dieta.

No tema anterior, eu falei sobre o sedentarismo, que da mesma forma resulta no rápido ganho de peso.

Agora, imagina sedentarismo e alimentação ruim, certamente aumentará a facilidade para engordar.

Nesse tópico, vou usar a história, por exemplo, para comparar alimentação atual com a de nossos ancestrais.

Primeiro de tudo, vamos analisar a dieta de nossos ancestrais.

  • Carboidrato – comiam folhas, frutas, verduras, legumes, etc. Porque não havia doces e nem massas.
  • Proteína – viviam da carne dos animais que caçavam. Certamente ingeriam muito mais proteína do que carboidrato.
  • Gordura – comiam os órgãos e vísceras dos animais, ou seja, regiões que têm mais gordura do que proteína.

A base da alimentação deles era gordura e proteína. Acima de tudo, maior consumo de gordura.

Eles usavam mais a gordura, porque a gordura é uma fonte de energia mais duradoura no corpo.

Leia mais: Gordura corporal: O guia completo

Eles não sabiam quando iam comer de novo, devido à falta de animais em alguns períodos do ano.

Por isso, comiam o máximo que podiam de gordura e proteína. Desse modo, ficavam alguns dias sem comer, pois seu corpo utilizava o estoque acumulado.

Agora a dieta do homem moderno.

  • Carboidratos – doces, massas, refrigerantes e poucos vegetais, legumes, frutas, etc. Quase nada de fibras.
  • Proteína – comem menos proteína, por outro lado, muita carne enlatada e industrializada.
  • Gordura – ingerem bastante gordura, porém, a maior parte é industrializada, ou seja, aquela que faz mal para a saúde.

Nitidamente há uma enorme mudança na ingesta de alimentos, isto é tanto na quantidade quanto na qualidade.

A ingesta aumentada de carboidrato e o sedentarismo juntos, como resultado fazem você engordar rápido.

3 – A genética influencia na tendência a engordar rápido?

Citei dois fatores nos temas anteriores que levam uma pessoa a ter uma facilidade para engordar.

Agora vou falar da genética e também da fisiologia, certamente elas têm uma grande importância. Porém, não devemos ser limitados por elas.

Primeiro: aspecto fisiológico.

A facilidade para engordar por questões fisiológicas é uma consequência, ou seja, da genética ou dos maus hábitos.

Por exemplo, os maus hábitos levam a um acúmulo de gordura, ok? Então, isso causa algumas alterações fisiológicas.

O excesso de gordura promove alterações, como resultado, mudanças nos níveis de proteínas, hormônios, enzimas, etc.

A ciência reconhece o tecido adiposo como órgão endócrino, ou seja, ele produz hormônios, enzimas e proteínas.

O tecido adiposo (excesso de gordura) mostra-se mais ativos na secreção de proteínas (Wang et al., 2008), como:

  • Adiponectina – Aumenta a fome, consequentemente diminui o gasto calórico.

Resolvi citar apenas um, porém, existem dezenas de proteínas como essa e com funções semelhantes e diferentes.

Agora imagina, você precisa emagrecer, no entanto a sua própria gordura trabalha para acumular mais gordura.

Essa facilidade para engordar por meio da fisiologia, certamente é culpa da genética ou dos maus hábitos.

Segundo: aspecto genético.

Já a facilidade para engordar pela genética, acima de tudo é culpa de um defeito no seu gene celular.

Se você tem esse defeito na célula, provavelmente terá facilidade para engordar pelo resto da vida.

Esse defeito leva a acumular gordura mais do que precisa, então essa gordura começa a se multiplicar no seu corpo.

A multiplicação acontece por ação fisiológica. Portanto quem começou a acumular foi a genética e depois ocorreu a reprodução.

Se você tem facilidade para engordar, então você precisa limitá-la para que não ocorra esse aumento.

“Como pouco e engordo muito”, provavelmente você já escutou alguém falar isso, né?

Geralmente a galera fala: “deve ser culpa da sua genética”, no entanto pode ser que não seja culpa dela.

4 – Qual engorda mais: sedentarismo, má alimentação ou genética?

A genética pode ser determinante, mas você tem que saber o que fazer para evitar a influência dela.

Mesmo que você tenha pais obesos, se você tiver um estilo de vida saudável, isso não influenciará no acúmulo de gordura.

A genética dos seus pais não é passada para os herdeiros, ou seja, você não herda a saúde ou a obesidade deles.

O que você recebe deles é uma pré-disposição, então de qualquer forma você vai ter que correr atrás.

Você pode receber uma pré-disposição para ter saúde, porém se você não tiver hábitos saudáveis você perde.

Estilo de vida é o mais importante

Quando uma pessoa disser: “eu como pouco e engordo muito”, então você deve perguntar: “como é seu estilo de vida?”.

Segundo Carnevali Jr. et al. (2016), o principal fator por que as pessoas engordam está relacionado aos hábitos individuais de vida.

Independente de ter genética ou não, se você não tiver hábitos saudáveis vai acumular gordura.

Atitudes simples para evitar as ações genéticas:

  1. Sair do sedentarismo, em outras palavras, praticar exercício físico umas 5 vezes na semana.
  2. Ter uma alimentação equilibrada, ou seja, alimentos nutritivos nas quantidades adequadas.

Esses hábitos vão te prevenir de doenças e motivar a sua saúde a melhorar, como resultado impedindo o acúmulo de gordura.

Lembrando que o problema não é a gordura e sim o excesso dela, portanto você tem que manter a gordura em níveis saudáveis.

Todos os fatores contribuem, porém os maus hábitos têm maior influência no aumento de gordura corporal.

Conclusão

O homem nunca foi um ser sedentário, porém, na atualidade está sendo. Logo, isso contribui para o ganho de peso.

A alimentação com péssima qualidade e quantidades elevadas, consequentemente leva o indivíduo a engordar rápido.

A genética facilita uma pessoa a engordar sim, mas, ela pode ser anulada.

No último tópico, deixei bem claro o que você pode fazer para evitar ou silenciar as más influências da genética.

Parabéns por sua leitura e busque sempre orientações de profissionais com credibilidade e experiência.

Um grande abraço e nos vemos em breve.

Siga-nos no Instagram para ver treinos reais.

instagram emagrecer com igor personal trainer

Assine o canal logo abaixo para receber nossas atualizações.

↓ ↓

CONTEÚDO VIP

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.